Ministério Presbiteral

Desde o dia 02 de fevereiro de 2015 o Senhor da Messe, confiou aos padres Pe.Célio Xavier, pároco  e aos padres: Clárison e Gastão, vigários paroquiais o exercício do ministério presbiteral a serviço do Povo de Deus, da Arquidiocese de Belo Horizonte, na Paróquia Nossa Senhora do Pilar em Nova Lima- MG.



Missas na Igreja Nossa Senhora do Pilar:
Sábados: 19h30min
Domingos: 7h, 9h e 19horas


Atendimento secretaria paroquial: (31) 3571 -7444  - horário: 8h às 11h e 12h às 17horas de segunda a sexta-feira.
Sábados: 8h às 11horas.

Conselho Particular de Nossa Senhora do Pilar

O Conselho Particular de Nossa Senhora do Pilar foi fundado no dia 22 de janeiro de 1905. Como em todos os anos, para comemorar a data, realiza uma Missa em Ação de Graças e em seguida oferece o tradicional cafezinho dos Vicentinos. Em mais de um século, o CPNSP já realizou inúmeras obras que beneficiaram a população mais carente de Nova Lima e até mesmo de outras cidades. ?Conselho Particular Nossa Senhora do Pilar é uma obra de voluntários, baseada na fé, que trabalham em prol dos menos favorecidos pela sorte, independentemente da religião que tenham?, explica o presidente do CPNSP Elmo de Oliveira Silva. 

O CPNSP tem 16 Conferências agregadas, que no total somam mais de 100 membros (confrades e consórcias), entre adultos, adolescentes e crianças. 

Realizam anualmente duas campanhas: a do Agasalho, em junho, e do Quilo, no mês de dezembro.


A Sociedade São Vicente de Paula

Sociedade São Vicente de Paulo (S.S.V.P.), conhecida como Vicentinos, é um movi-mento católico internacional, fundado em 1833 por estu-dantes universitários da Sorbone, em Paris/França, liderados por Antônio Frederico Ozanam. Ela se ins-pira no pensamento de São Vicente que pregava a justiça e a caridade. É aberta a quem desejar viver na fé, no amor e no serviço aos irmãos. 

A S.S.V.P. ajuda a comuni-dade de várias formas, princi-palmente por contato pes-soal, no sentido de aliviar o sofrimento e promover a dig-nidade e a integridade do ho-mem. Ela não se limita a ali-viar a miséria, mas também a descobrir e remediar as situa-ções que a geram. A ajuda chega a quem necessite, independentemente de raça, cor, nacionalidade, credo político ou religioso e posição social. 

Os membros da S.S.V.P., Confrades e Consócias (Vicentinos), são unidos entre si pelo espírito de po-breza e de partilha. Formam, no mundo inteiro, com aque-les a quem prestam auxílio, uma só família, buscando contato com todos os demais movimentos e organizações inspiradas em São Vicente de Paulo: é a Família Vicentina. 

Os vicentinos procuram, pela oração, pela meditação da Sagrada Escritura e pela fidelidade aos ensinamentos da Igreja, ser testemunhas do amor a Cristo, em suas relações com os mais despro-vidos, bem como, nos diver-sos aspectos da vida. 

Atualmente a S.S.V.P. está presente em 135 países, com um número aproximado de 500 mil membros. O Brasil é o maior país Vicentino do mundo, com 20 mil Conferên-cias, 1754 Conselhos Particu-lares, 272 Conselhos Cen-trais, 30 Conselhos Metropoli-tanos e 2000 Obras Unidas, coordenadas pelo Conselho Nacional do Brasil. São 250 mil membros. A Conferência São José, no Rio de Janeiro foi a primeira no Brasil, fun-dada em 1872. Em Minas Gerais a primeira conferência foi instalada em São João Del Rei, em 1875, e colocada so-bre a proteção de Nossa Senhora do Pilar. 

Quem desejar participar deste importante trabalho de voluntariado pode comparecer às reuniões todo último sábado do mês, às 19 horas, na sede do CPNSP, na Rua Severiano de Lima, 67 ? Centro.

Terço dos Homens

Desde o dia 7 de junho, que acontece na Matriz do Pilar, o Terço dos Homens. A iniciativa da Pastoral da Família, reúne pais, filhos, irmãos e amigos. A recitação do terço acontece todas as quartas-feiras, às 20h.

Em julho de 2010, "Os Filhos de Maria", da cidade de Sabará, estiveram em Nova Lima para trocarem experiências dessa devoção a Nossa Senhora, rogando pelas famílias de ambas as comunidades - Pilar e Conceição.

Ministros Extraordinários da Sagrada Comunhão

A formação dos Ministros Extraordinários da Sagrada Comunhão está regulamentada pela instituição da Sagrada Congregação para a Disciplina dos Sacramentos, chamada ?Immensae Caritatis? (29/01/1973). Seu objetivo é suprir uma necessidade da Igreja, atribuindo ao Ministro atividades como ministrar a Sagrada Comunhão durante as Missas; levar a Santa Eucaristia aos hospitais, asilos, comunidades e aonde a caridade cristã necessitar da Palavra de Deus, por ocasião das visitas ou no ambiente comunitário, de forma evangelizadora; expor e repor o Santíssimo Sacramento entre outras funções pastorais da Igreja. 

Atualmente a Paróquia do Pilar conta com 44 Ministros. ?Os nossos ministros atendem os doentes acamados e idosos, em suas residências. Para isso, basta solicitar o agendamento na secretaria paroquial?, explica a coordenadora dos Ministros Extraordinários da Comunhão, Margarida Amorim. 

Jesus instituiu a Eucaristia numa refeição íntima e festiva. Muitas vezes ele disse que o Reino de Deus é semelhante a um banquete comunitário e sua própria refeição com os homens já era uma antecipação deste banquete messiânico, isto é, da ceia definitiva. A ceia significa a entrega total, num gesto simbólico e profético que foi transmitida pela tradição escrita numa das Cartas de Paulo (1 Cor 11, 23-26). 

?O Senhor Jesus ressuscitado está continuamente vivo na Igreja, pois Ele nos deixou um sacramento que o torna presente. A Eucaristia não é apenas para que encontremos Cristo nas Celebrações. Ela é um meio eficaz de nos fazer tomar consciência para vivermos em companhia daquele que nos salva?, lembra Margarida Amorim.

Coral infanto-juvenil Pilar da Fé

O Coral Infanto-juvenil Pilar da Fé da Paróquia de Nossa Senhora do Pilar foi fundado em março de 2009, na comunidade de Nossa Senhora das Graças, no bairro Matadouro, sob a coordenação de Ivana de Fátima Carvalho Silva. No começo eram apenas seis crianças. Dois meses depois, foram convidados para cantar na igreja Matriz, nas missas das 9 horas da manhã aos domingos. 

Hoje, o Coral Pilar da Fé conta com cerca de 30 crianças com idades entre 4 e 12 anos. O objetivo, segundo sua coordenadora é ensinar as crianças desde cedo a louvar a Deus e a participar da Liturgia das missas. 

E incentivo é o que não falta. "As crianças vêm porque têm vontade e gosto próprios. Mas muitas mães, que acompanham os filhos menores para incentivá-los também acabam participando do coro", garante Ivana. Eliana de Jesus Lima, mãe de Renata Lima Ferreira, de 12 anos, também concorda. "Estou satisfeita de ver minha filha cantando nas missas. É um treinamento para sua voz. É também uma oportunidade para ela se socializar com outras crianças, já que é filha única", completa Eliana. 

A equipe do Coral infanto-juvenil conta ainda com Celestino no violão, Valdo no pandeiro e capoeiristas na percussão, berimbau e atabaque. 

Quem quiser participar do coral Infanto-juvenil Pilar da Fé pode comparecer aos ensaios, todos os sábados, a partir das 16 horas, no Centro Comunitário.

Catequese Crismal

A Crisma é o Sacramento de iniciação cristã, que fecunda o Batismo e nos vincula mais estreitamente à igreja, fortalece-nos para a vida comunitária, por força dos dons do Espírito Santo. É também chamada de Confirmação do Batismo, porque neste quem diz ?sim? são os padrinhos, mas na Crisma são os crismandos. 

Todo jovem que já completou 15 anos pode ser inscrever nos encontros preparatório da Crisma. As inscrições vão de 1º a 28 de fevereiro de 2011, de segunda a sábado, na Secretaria Paroquial, e nas missas dominicais. As vagas serão limitadas a 100 crismandos. O tempo do encontro preparatório é de oito meses. As reuniões acontecem aos sábados, de 17 às 19 horas, e as segundas-feiras, de 19 às 21 horas. Atualmente, a Catequese Crismal da Paróquia do Pilar tem uma equipe formada por 18 catequistas preparadores. 

?O próprio crismando deverá comparecer para preencher a ficha de inscrição, portando documento de Identidade. É ele também quem deve escolher um padrinho ou uma madrinha para o dia da confirmação do Sacramento. A Crisma em 2011 acontecerá no mês de outubro?, lembram os coordenadores da Catequese Crismal, Agnel e Heliandra Nunes.

Catequese Batismal

A catequese batismal objetiva preparar pais e padrinhos que irão batizar seus filhos e afilhados, conscientizando-os de sua importante missão. Ela organiza toda estrutura da pre-paração, desde a acolhida até a celebração no dia do Batismo.

A missão de todo cristão batizado é celebrar o Mistério Pascal (a participação nas missas dominicais e festas de preceitos), anunciando a boa-nova do Evangelho de Jesus, de uma maneira concreta e realista, pra que possa vivenciar as atitudes de Cristo com os familiares, parentes e amigos.

Durante a fase da infância e da adolescência desses novos cristãos batizados, os pais e padrinhos devem dar a eles o exemplo e o testemunho de uma pessoa orante, caridosa, cumpridora de seus deveres civis e religiosos. 

A catequese batismal da Paróquia do Pilar é formada por pessoas da comunidade, que por amor a Deus se dedicam a conscientizar os pais e padrinhos sobre a importância do Batismo. 

Outras informações sobre Batizados, como os dias e horários estão no site da Paróquia ou na Secretaria, pelo telefone 3541-7444.

Catequese Eucarística

Todos nós nascemos para uma missão, e nessa missão o que vale é levar Deus aos corações dos irmãos. Ser Catequista não é só se encontrar em uma sala com um grupo de crianças, jovens e adultos, mas é também em todas as circunstâncias da vida, em todos os lugares onde for preciso levar a Palavra de Deus. ?Ser Catequista é ser um profeta, um evangelizador, um mensageiro do Senhor?, explica a coordenadora da Catequese da Paróquia de Nossa Senhora do Pilar, Maria José de Souza, mais conhecida como Zizinha 

E ninguém nasce Catequista. Aqueles que são chamados a esse serviço podem tornar-se bons catequistas por meio da prática, da reflexão e da preparação adequada, na consciência de serem enviados e comprometidos com a educação da fé. Para isso, segundo Zizinha é necessário participar das reuniões mensais, dos encontros preparatórios e dos cursos de formação. ?É preciso ter também uma vivência cristã e formação religiosa sólidas, pois catequizar é dar o seu próprio testemunho de fé?, diz. 

Hoje na Paróquia existem cerca de 35 Catequistas em atividade. Mas esse número ainda é pequeno para atender à demanda que existe. ?Se tivéssemos mais Catequistas, poderíamos iniciar a formação cristã de nossas crianças aos quatro anos de idade?, considera Zizinha. 

As pessoas que se interessarem em ser Catequistas podem procurar a coordenação, durante as reuniões, que acontecem no segundo domingo do mês, no Centro Comunitário Paroquial, após a missa das 09h.

Apostolado da Oração

O Apostolado da Oração teve início na Paróquia de Nossa Senhora do Pilar em 1894. Hoje, possui cerca de 100 associados. Trata-se da união de pessoas que procuram consagrar suas vidas a Deus pela oração e pelo testemunho. Sua principal devoção é o culto ao Sagrado Coração de Jesus. 

Podem participar do Apostolado da Oração, pessoas de ambos os sexos, inscrevendo-se como associados, zelados(as) inicialmente, e depois de um determinado prazo de vivência, passarão a zeladores(as). A fita é o símbolo que os identifica e é de cor vermelha para representar o amor do Sagrado Coração de Jesus. 

A irmandade tem raízes evangélicas, bíblicas, eclesiais, fundamentação teológica, oração e apostolado. Sua espiritualidade se baseia no oferecimento do dia; na vivência da Eucaristia; na devoção especial a Nossa Senhora, rezando diariamente o terço; e na invocação do Divino Espírito Santo, além de estar sempre em sintonia com o Papa. "Nossa missão é estar sempre em oração, praticando a caridade com mansidão, prestando serviço às pessoas menos favorecidas e apoiar os grupos e movimentos das ações evangelizadoras da igreja", explica a atual presidente do Apostolado da Oração, Maria de Fátima Cordeiro Pimentel. 

Entre as atividades desempenhadas pelo Apostolado da Oração estão a adoração ao Santíssimo Sacramento toda 1ª sexta-feira e no 4º domingo do mês, às 17h30 e missa toda 1ª sextas-feiras do mês, às 19h, além de organizar encontros do Sagrado Coração de Jesus e Maria e rezar o terço em família e na comunidade. O grupo se reúne toda 1ª terça-feira do mês, às 17h, no Centro Comunitário.

Acólitos

Acólito (do grego antigo ?????????) ou coroinha é um membro da Igreja Católica que auxilia sacerdotes e diáconos nas ações litúrgicas, sobretudo, nas celebrações da missa. ?Do acólito se exige piedade, postura, respeito para com o sacerdote e ministérios, atenção com os fiéis da assembleia e respeito com o templo?, explica o coordenador do grupo de acólitos da Paróquia de Nossa Senhora do Pilar, Adriano de Faria. 

Juntos, os acólitos formam um grupo muito importante, no qual poderão encontrar união, compreensão, confiança e estima, coisa de que tanto precisam as crianças e os jovens. ?Ser acólito exige responsabilidade, e devem assumir todos juntos, e cada um em particular, com amor, este serviço a Cristo e sua Igreja?, enfatiza Adriano. 

Popularmente chamados de coroinhas, menino ou menina, que nas igrejas exerce o papel de acólito nas funções litúrgicas deve conhecer a Santa Missa, parte por parte; os lugares da igreja; os Livros Sagrados; os objetos usados na celebração, as vestes litúrgicas e seguir o que a igreja ensina. ?Para ser um acólito basta a criança ou o jovem ter boa vontade, ser disponível para Deus e para sua comunidade e se esforçar para ser bom, procurando viver o que Jesus viveu?, explica Adriano. 

Meninos ou meninas, de 7 a 18 anos, que quiserem ser acólito da Paróquia de Nossa Senhora do Pilar, devem comparecer às reuniões, todos os sábados, às 16h30, no Centro Comunitário.



Espalhe por aí